Sabe quando a gente pensa que encontrou uma amizade realmente verdadeira e que dure para sempre? Bem, foi assim com você. Acontece que a nossa amizade acabou da mesma maneira que começou, num piscar de olhos, numa fração de segundo, como se nada tivesse sido real. Fico me perguntando por que isso foi assim.

Deveria ter durado para sempre, lembra? Deveria ter sido daquelas amizades de filme, em que as pessoas nunca cansam uma da outra. Você deveria saber todos os meus segredos e eu deveria saber todos os seus. Deveríamos continuar nos ligando, conversando sempre e brigando, mas sempre voltando a nos falar como se nada tivesse acontecido. Não sei como chegamos a esse ponto. Éramos melhores amigos, lembra? Contávamos tudo um para o outro. Confiávamos um no outro cegamente. Ríamos juntos, brigávamos juntos, estudávamos juntos.


Mas algo aconteceu e a gente começou a se separar. Primeiro uma discussão e nenhum pedido de desculpas. Depois aqueles seus amigos chatos. Até reconheço que a minha parte nisso é maior do que eu gostaria. Sou uma garota complicada, mas achava que você até gostava disso. Sou muito orgulhosa, e mesmo que esteja errada, demoro muito para pedir desculpas. Mas aí do nada a gente parou de mandar SMS, ligar sem motivos, e até conversar no Facebook. E assim, aquela amizade "para sempre" teve um fim. Um fim doloroso, mas provavelmente necessário.
-Giovanna Souza


Deixe um comentário