Uma vez me disseram que as melhores coisas acontecem quando a gente menos espera. Não  acreditei. Mas aí, quando a minha vida estava quieta como o girar de uma roda-gigante, você veio e virou tudo de cabeça pra baixo como um loop de montanha-russa... E junto com esse loop, veio toda aquela adrenalina. A cada olhar, cada sorriso, cada conversa, cada beijo.
    Você chegou como um furacão e bagunçou tudo o que eu havia conseguido organizar dentro de mim... e lá se foi todo um trabalho demorado e complicado. Talvez nem tão complicado assim, mas com certeza demorado. Talvez, se fosse com outra pessoa, eu ficasse muito irritada com isso, mas você é diferente. Afinal, quem já se viu ir chegando sem pedir licença, ocupando um espaço danado, bagunçando tudo? Pode parecer estranho, mas eu gostei demais disso! 
    Não sei o que foi exatamente, mas algo entre esse seu jeito meio calado e as suas piadas me fez perceber que a vida é muito sem graça longe de ti. Chegou de repente como chuva de verão, mas se tornou permanente num piscar de olhos... E eu gostei. Gostei tanto que não sei mais viver sem essa bagunça toda que você causa em mim. Preciso que prometa que nunca mais vai deixar que eu me organize novamente. Sinceramente, isso é tudo o que eu quero. 

—Giovanna Souza